Secretário de Estado congratula a Universidade Rovuma

Secretário de Estado congratula a Universidade Rovuma

COM A PREVISTA INSTALAÇÃO DE UM INSTITUTO TÉCNICO EM C. DELGADO

O Secretário de Estado na província de Cabo Delgado, Prof. Catedrático Armindo Ngunga, encorajou a Universidade Rovuma a avançar com políticas que levem ao desenvolvimento da região, em particular, e do País, em geral, nas suas diferentes vertentes.

Armindo Ngunga assim se pronunciou depois de lhe ser apresentado o projecto de instalação, na cidade de Pemba, do Centro de Formação Técnico Profissional da UniRovuma, o qual conta com o apoio financeiro e técnico da Austrália e obedecerá a padrões internacionalmente aceites.

O Secretário de Estado é da opinião de que o mesmo se instale na cidade de Montepuez, onde se encontra a sede da UniRovuma na província de Cabo Delgado, argumentando que tal permitiria o acesso de candidatos de diferentes regiões e estratos sociais.

Contudo, a direcção da UniRovuma decidiu instalá-lo em Pemba e em Montepuez por questões estratégicas, segundo o Assessor do Reitor para a Pós-Graduação, Mestre Artur Afonso, figura a quem coube a apresentação do projecto ao Secretário de Estado, durante a sua recente visita à Extensão.

Para Ngunga, o referido centro é bem-vindo à Cabo Delgado, pois virá responder ao desafio de formar mão-de-obra qualificada para ser empregue em diversos projectos existentes e os que surgirão no futuro.

Segundo Ngunga, é preciso que se potencie o distrito de Montepuez, instalando nele um centro de excelência para a construção de conhecimento científico, um desafio que, segundo ele, pode elevar a UniRovuma para altos patamares a nível nacional, regional e internacional.

Ao apresentar o projecto, o MA. Artur Afonso explicou que este surge da necessidade de responder aos desafios impostos pela indústria extractiva e às oportunidades de emprego nas áreas de petróleo e gás, como também de treinar a mão-de-obra local com vista a reduzir a dependência externa em pessoal qualificado.

Para a concretização do projecto, a UniRovuma estabeleceu acordos com um grupo australiano, a Austrália MISAT, com a IFPELAC e ENCOM (Infraestructure, Resources and Energy), estas duas instituições moçambicanas.

Para Artur Afonso, as parcerias estabelecidas irão permitir estabelecer e fortalecer o centro com a capacidade de formar milhares de moçambicanos, tanto para trabalharem em grandes projectos, como para fazerem face a diversas outras necessidades de mão-de-obra qualificada. Este vai oferecer uma variada gama de cursos técnicos e com qualificações internacionais.


Imprimir   Email